sábado, dezembro 01, 2007

Eli Neira

Dez reais por dois livros da chilena Eli Neira é um óptimo preço. Especialmente tendo em conta o modo como a autora personaliza cada exemplar das artesanais tiragens. Abyecta (express) e El Soliloquio de la Reina são dois objectos lindíssimos e, acima de tudo, uma notável forma de conhecer uma poeta que tem na irreverência e na provocação elementos fundamentais da sua linguagem. Uma poesia assim, de prosódia intensa e violenta crítica aos pudores sociais, escapa muitas vezes a um discurso mais formal ou académico. Daí não nos querermos alongar demasiado. Apenas acrescentar que o corpo de Eli Neira, no sentido material e sexual da palavra, atravessa a sua obra de uma ponta a outra. E é também , como é óbvio, cabeça de cartaz das performances poéticas que continua a fazer, para regalo dos nossos sentidos. No Festival Tordesilhas protagonizou uma performance memorável. A que aqui apresentamos, intitulada "La casa se quema", foi realizada em 2006 na Cidade do México. O Youtube está cheinho destas pérolas.

1 comentário:

Anabela disse...

:-) Gostei muito de ver!

Impressionante.