terça-feira, março 02, 2010

Violência

O simpático realizador Michael Haneke já nos tinha habituado nos seus filmes ao convívio com a violência, nas suas mais variadas e inesperadas formas. A sua última incursão pelo assunto traz o título de O Laço Branco e é para alguns um dos grandes filmes de 2009. Neste cena em particular, apresenta-se a violência na versão "és uma nódoa de mulher, por conseguinte desaparece-me da vista que me fazes bolsar de asco".


4 comentários:

An7ónio disse...

Palavra d'honra que tinha aqui um post pendente sobre a mesmíssima cena.

Sou homem para escrevê-lo na mesma, porque em consciência sei que o pensei primeiro.

d. disse...

Pois bem, eu li nos dois blogues. E não vou dizer qual foi o primeiro. E fiquem cientes que, antes sequer de vocês pensarem em publicar esta cena, já eu tinha tido um sonho agitado com ela. Antes mesmo de a ver no cinema. E mais, sei de certa e determinada pessoa que deu esta ideia ao realizador. E deu a ideia porque tinha acontecido com uma tia afastada e o seu amante de então. Portanto, não se zanguem. Um abraço aos dois.

perdido no escuro disse...

Essa precedência seria quase imbatível, não tivesse sido eu o amante nessa altura da tal tia afastada, pelo que antes de lhe ter dito tais palavras já as pensara para mim em noites anteriores passadas em claro. Portanto...

d. disse...

raios.