quarta-feira, novembro 07, 2007

sampa

reformulando uma frase que por aqui ouvi do jovem poeta nícollas ranieri (esse monstro!), devo confessar que para mim o festival tordesilhas é bem como a avenida paulista: começa no paraíso e acaba na consolação. o paraiso foi todo o festival. a consolação serão os bons livros e memórias que trarei comigo de volta. meu deus, que vontade louca de ficar mais tempo...

3 comentários:

Julia disse...

Fica mais então! Fica...

Elektra disse...

Tordesilhas deixa saudade.

Bjs

Emanuela

ana rüsche disse...

oi, querido!

ahá, ahora visito los quartos oscuros conhecendote!

si, queda-se mais tiempo que haceremos la pousada tordesilhas en sao paulo.

saludos!