sexta-feira, abril 13, 2007

Ele

Ele olha para mim como se estivesse ao corrente dos últimos desenvolvimentos. Como se me conhecesse intimamente e, ao olhar-me, se interrogasse como ando eu a reagir ao que me aconteceu recentemente. Não, não se trata de um simples bom-dia acompanhado de um sorriso simpático. Aquilo é sim um olhar perscrutador, uma tentativa de avaliação. Claro que eu não lhe levo a mal. De todo. Apenas me pergunto como terá ele sabido de tanta coisa. Não nos movemos nas mesmas esferas, se bem que consigo perceber o caminho de ligação que o terá conduzido a um conhecimento, ainda que indirecto, da minha pessoa. Vá, continua a olhar-me. Vê lá se consegues ler-me a alma nos olhos.

1 comentário:

Beguinha disse...

É precisamento disto que tenho medo... quando te encontrar!